Para aumentar a vantagem na liderança, Fortaleza enfrenta o Oeste na Arena Barueri

O Fortaleza enfrenta o Oeste neste sábado (13), às 16h30, na Arena Barueri. A partida que acontece pela 31ª rodada pode deixar o Leão ainda mais líder da Série B do Campeonato Brasileiro. Já o time paulista quer pontuar para ficar mais distante da zona de rebaixamento.

O Fortaleza vive um grande momento na competição, com três vitórias seguidas, e é o principal favorito ao título. O Fortaleza, por sua vez, está tranquilo na primeira colocação, com 56 pontos, cada vez mais próximo de confirmar o acesso.

O Rubrão está sem perder há quatro rodadas, mas empatou três e venceu uma. Com isso, tem agora 40 pontos e está em décimo terceiro lugar, a oito pontos tanto do G4 quanto da zona de rebaixamento.

No primeiro turno, os dois times se encontraram no Castelão e o Oeste surpreendeu ao bater os donos da casa por 2 a 1, em jogo válido pela décima segunda rodada.

TABU
O Fortaleza nunca venceu o Oeste em Campeonatos Brasileiros. Em três jogos realizados entre eles, o time paulista levou a melhor em duas e acabou empatando uma. Lembrando que dois desses jogos foi pelo acesso na Série C de 2012, vencido pelo Rubrão. O meia Dodô pede para que o time esqueça do tabu e foque na vitória, que pode fazer com que o retorno à elite do futebol brasileiro fique encaminhado.

O técnico Rogério Ceni fez algumas mudanças para a partida. O treinador conta com retornos importantes: Marcelo Boeck e Tinga retomam suas respectivas posições enter os titulares, enquanto Felipe assume o posto de Derley. Na frente, o trio segue formado por Marlon, Marcinho e Gustavo, o Gustagol.

FICHA TÉCNICA

OESTE-SP X FORTALEZA

FaseÚnica

Rodada31ª rodada

Data: 13/10/2018

Horário: 16h30

Local: Arena Barueri – Barueri (SP)

Árbitro: Jailson Macedo Freitas – BA


AssistentesElicarlos Franco de Oliveira – BA e Jucimar dos Santos Dias – BA


Oeste-SP
Tadeu;
Adriano Alves, Joilson, Patrick e Conrado;
Lídio, Betinho e Marciel; 
Marcio Vieira, Mazinho e Pedrinho
Técnico: Roberto Cavalo.

Fortaleza-CE
Marcelo Boeck;
Tinga, Jussani, Ligger e Bruno Melo;
Nenê Bonilha, Felipe e Dodô;
Marlon, Marcinho e Gustavo.
Técnico: Rogério Ceni.

 

Para voltar a vencer: Fortaleza recebe o Londrina na Arena Castelão


Um dos sete jogos deste sábado pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B terá o líder em campo. Às 19 horas (de Brasília), o Fortaleza recebe o Londrina no Castelão tentando retomar o caminho da vitória.

O Fortaleza vem de tropeço na Série B. Na última rodada, o time comandado por Rogério Ceni visitou o CRB e acabou derrotado com gol nos acréscimos. Antes do revés, no entanto o Tricolor cearense vinha de quatro vitórias seguidas e seis jogos de invencibilidade na competição.

Mesmo com a derrota em Maceió, a liderança do Fortaleza não está ameaçada, já que o CSA, segundo colocado, também perdeu na última rodada. O Leão soma 43 pontos e segue firme na primeira posição, enquanto o CSA soma 37 pontos.

Por outro lado, apesar da boa campanha, a partida deste sábado não será fácil para o Fortaleza. A equipe receberá o embalado Londrina, que venceu seus dois últimos jogos, contra Ponte Preta e Paysandu, e quer vencer três jogos seguidos pela primeira vez na Série B. Se empatar, o time do Paraná iguala sua maior sequência invicta no campeonato.

Mas apesar da boa fase recente, a situação do Londrina na Série B não é confortável. A equipe paranaense está na 12ª posição na tabela mas, com 27 pontos, está a apenas dois pontos do São Bento, primeiro time na zona de rebaixamento, e precisa pontuar para se distanciar da zona perigosa.

Para o confronto, o Londrina terá dois desfalques de peso. O técnico Roberto Fonseca não conta com os veteranos Thiago Ribeiro e Dagoberto, que serão poupados e não viajam para Fortaleza. Mesmo assim, o treinador pensa em conquistar um bom resultado diante do líder. “O Fortaleza é uma equipe de muita velocidade, uma equipe técnica e que vai buscar intensamente o resultado. Tudo isso, temos que saber neutralizar”, disse Roberto Fonseca.

Pelo lado do Fortaleza, o discurso é cauteloso, mas o time busca a vitória. “Vamos enfrentar uma equipe difícil, que vem em busca de pontos em nossa casa”, analisou o atacante Éderson. “Temos que ter o máximo de atenção durante os noventa minutos e muita intensidade para sairmos com os três pontos novamente diante do nosso torcedor”.

FICHA TÉCNICA
FORTALEZA x 
LONDRINA

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 25 de agosto de 2018, sábado
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Paulo Henrique Schleich Vollkopf (MS)
Assistentes: Leandro dos Santos Ruberdo (MS) e Daiane Caroline Muniz dos Santos (MS)

FORTALEZA: Marcelo Boeck; Pablo, Roger Carvalho, Ligger, Bruno Melo; Nenê Bonilha, Derley, e Marlon; Éderson, Marcinho e Gustavo Henrique
Técnico: Rogério Ceni

LONDRINA: Vagner; Lucas Ramon, Dirceu, Lucas Costa (Luizão) e Sávio; João Paulo, Jardel e Higor Leite; Paulinho Moccelin, Jô e Paulo Henrique
Técnico: Roberto Fonseca




Com casa cheia, Fortaleza recebe o lanterna Boa Esporte na Arena Castelão

O Castelão vai tremer. Na tarde de sábado, a partir das 16h30 (Horário de Brasília), o líder Fortaleza recebe o lanterna Boa Esporte e a equipe de Rogério Ceni não quer nem pensar em outro resultado que não seja vitória.

Após um período de irregularidade na Série B, onde até mesmo a liderança ficou ameaçada, o Leão voltou a vencer na competição e abriu uma vantagem em relação aos rivais. No momento, o time tem 40 pontos, seis a mais que o vice-líder CSA e nove à frente do Atlético-GO, primeiro time fora do G4.

O time comandando pelo técnico Rogério Ceni vem embalado na competição, com dois empates e três vitórias nos últimos cinco jogos. Para o lateral-direito Tinga, contudo, a tarefa deste sábado não será fácil. O jogador ressaltou a necessidade de cautela, e exaltou o adversário, que vem buscando uma ascensão no campeonato.

“Todos os jogos a partir de agora vão ser difíceis. O Boa vem de três vitórias, um empate, uma derrota. Eles estão evoluindo. Estão muito bem. Estes jogos são os mais difíceis. A gente já foi surpreendido duas vezes dentro de casa. Temos que entrar ligados e concentrados para esse jogo”, disse.

BOA ESPORTE
O Boa Esporte, apesar de estar lutando contra a zona de rebaixamento, vive o seu melhor momento na Série B até agora. Nos últimos cinco jogos, o time mineiro pontou mais que todos as equipes do Z4 juntas. De lá para cá, foram três vitórias, um empate e uma derrota, somando um total de 10 pontos. No mesmo período, Londrina, CRB e Sampaio Corrêa, juntos, fizeram apenas oito.

Agora, para seguir nessa evolução e conseguir o objetivo principal que é o de sair da zona da degola, o clube contratou dois jogadores do Tombense, que encerrou sua participação na Série C. O goleiro Darley Torres e o volante Phillipe Guimarães, conhecido como PH, chegam por empréstimo.

 

FICHA TÉCNICA
FORTALEZA X BOA ESPORTE 

Local:
 Estádio Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 18 de agosto de 2018, sábado
Horário: 16h30 horas (Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (CBF-RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)

FORTALEZA: Marcelo Boeck; Tinga, Diego Jussani, Roger Carvalho e Bruno Melo; Nenê Bonilha, Felipe, Dodô e Marlon; Marcinho e Gustavo Henrique
Técnico: Rogério Ceni.

BOA ESPORTE: Fabrício; Hélder Maurílio, Luan, Rafael Jensen e Jadson; Djavan, Alyson, Bruno Tubarão, Daniel Cruz e Adauto; Douglas Baggio
Técnico: Ney da Matta.


Para voltar a vencer em casa, Fortaleza recebe o Coritiba na Arena Castelão

 

Neste sábado o Fortaleza volta a campo na Arena Castelão pela 19ª rodada da série B, contra o Coritiba, às 16h30. O Leão vai em busca de voltar a vencer em casa para manter a liderança isolada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Há três jogos sem vencer dentro de casa a torcida fará sua parte para ajudar o time a reencontrar o caminho das vitórias. Mais de 16 mil ingressos foram vendidos de forma antecipada. O Tricolor vem de uma vitória fora de casa, em cima do Juventude, o que garantiu o título simbólico da competição com uma rodada de antecedência. Mas do outro lado, está o Coritiba que precisa vencer para entrar no G4.

O TIME
Para o confronto, o técnico Rogério Ceni deve apostar na volta do esquema 4-4-2. A mudança vai acontecer pelo fato de que o meia Dodô, que estava suspenso diante dos jaconeros, está à disposição e deve retomar a titularidade.

Dessa forma, o miolo de zaga terá Jussani e Roger Carvalho ou Adalberto. Leonan deve ocupar a lateral esquerda, já que Bruno Melo tem poucas chances de ir a campo.

COXA BRANCA

O Coritiba terá duas mudanças para a partida. Com a lesão muscular de Leandro Silva, o técnico Eduardo Baptista deve utilizar o lateral-direito Rodrigo Ramos, já na esquerda, o meio-campista Chiquinho deve entrar improvisado no lugar de William Matheus.

No meio de campo o treinador Eduardo Baptista ainda não definiu se vai manter Alisson Farias ou promover a entrada do volante Julio Rusch.

REENCONTRO E LEI DO EX
Dois atacantes da equipe do Leão reencontram o Coxa. Éderson, ex-Atlético-PR, volta a enfrentar o antigo rival, e Getterson, ex-Coritiba, vai colocar em cheque a “lei do ex” contra seu último clube.

 

FICHA TÉCNICA

FORTALEZA X CORITIBA

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)

Data: 04 de Agosto de 2018, sábado

Horário: 16h30 (de Brasília)

Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)

Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Ciro Chaban Junqueira (DF)

FORTALEZA: Marcelo Boeck; Tinga, Diego Jussani, Roger Carvalho, Adalberto e Leonan; Nenê Bonilha, Felipe, Marcinho e Marlon; Éderson

Técnico: Rogério Ceni.

CORITIBA: Wilson; Rodrigo Ramos, Romércio, Rafael Lima e Chiquinho; Vitor Carvalho, Uillian Correia e Yan Sasse; Alisson Farias, Guilherme Parede e Jonatas Belusso.

Técnico: Eduardo Baptista.

Para manter a liderança: Fortaleza recebe o Avaí nesta noite na Arena Castelão


Para seguir na liderança da Série B do Brasileiro, o Fortaleza recebe o Avaí, nesta terça-feira (24), na Arena Castelão, às 21h30, pela 17ª rodada. O Leão do Pici soma 30 pontos na competição, já o Avaí tem 26.

Jogando em casa, o Fortaleza tenta voltar a vencer após três rodadas sem vitória. Desde que venceu o Paysandu fora de casa na 13ª rodada, a equipe de Rogério Ceni sofreu duas derrotas, para Ponte Preta e Atlético Goianiense, e empatou sem gols com o CSA na última rodada.

O último confronto entre os times ocorreu dia 12 de setembro de 2008. Na Ressacada, o Avaí venceu por 2 a 1, com gols de William. No histórico geral, porém, existe uma curta vantagem ao Tricolor do Pici. Os cearenses venceram quatro dos 10 duelos, enquanto os azurras têm três triunfos. Ainda foram outros três empates. Desde então, os Leões traçaram caminhos distintos e jamais se cruzaram pelas divisões que frequentaram até estarem nesta Série B.

LEÃO DO PICI
O grande problema do Fortaleza na sequência ruim é o ataque, que sofre com as saídas de Osvaldo, que foi para o futebol da Tailândia, e Edinho, que reforçou o Atlético-MG. Além disso, o artilheiro Gustavo, o Gustagol, segue entregue ao departamento médico. Nas últimas cinco partidas, o Tricolor Cearense marcou apenas dois gols.

Após o empate por 0 a 0 com o CSA, o técnico Rogério Ceni disse que quer reconstruir o setor ofensivo da equipe o quanto antes, mas que ainda vai levar tempo. “Não é da noite para o dia. Não foi da noite para o dia que aquele time vencedor das 12 primeiras rodadas foi formado”, disse o treinador. “O que temos que fazer é nos sustentar nessa primeira posição até que isso [a reformulação do ataque] aconteça”.

LEÃO DA RESSACADA
Pelo lado do Avaí, o técnico Geninho terá desfalques na defesa e no ataque. O zagueiro Alemão, negociado com o futebol árabe, não joga mais pelo clube catarinense e deve ser substituído por Aírton, que cumpriu suspensão no último jogo. No setor ofensivo, o atacante Rodrigão ainda se recupera de lesão e não viaja para o Ceará. Em seu lugar, Guillermo Beltrán deve ser o titular. No entanto, Geninho também terá a volta de Renato, Capa e Judson, que também cumpriram suspensão.

Apesar de enfrentar o líder fora de casa, o Avaí quer surpreender e voltar para Santa Catarina com três pontos na bagagem. “O jogo contra o Fortaleza será difícil, uma equipe forte em casa”, analisou o meio-campista Renato. “Geninho está fazendo bom trabalho para chegarmos lá e surpreendermos. Temos qualidade e condições de conseguir um resultado importante lá”.

FICHA TÉCNICA
FORTALEZA x AVAÍ

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 24 de julho de 2018, terça-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Evandro de Melo Lima (SP)

FORTALEZA: Marcelo Boeck; Tinga, Diego Jussani, Ligger e Leonan; Derley, Nenê Bonilha, Marcinho, Dodô e Marlon; Wilson (Getersson)
Técnico: Rogério Ceni.

AVAÍ: Aranha; Betão, Marquinhos Silva e Aírton; Guga, Judson, Pedro Castro, Capa e Renato; Romulo e Guillermo Beltrán
Técnico: Geninho.

Vale a liderança da Série B: Fortaleza vai até Alagoas enfrentar o CSA

                                               Créditos: Sandro Roberto / Fortaleza.

Um ponto separa o primeiro do segundo colocado da Série B. E nesta sexta-feira, eles se enfrentam em duelo que vale a ponta do Campeonato Brasileiro. Às 21h30 (de Brasília), a bola rola para o vice-líder CSAe o líder Fortaleza no Estádio Rei Pelé, em partida válida pela 16ª rodada.

LEÃO
O Fortaleza vem de derrota em casa para o Atlético Goianiense na última rodada. A equipe cearense queimou toda a gordura que tinha na competição e chega ao jogo pressionada por ter sido derrotada nas duas últimas rodadas. Apesar do mistério, o treinador tricolor deve mudar o esquema tático do time. Com as regularizações dos atacantes Douglas Coutinho e Getterson, a equipe deve ir a campo com três homens no setor ofensivo.

Para segurar o primeiro lugar, Rogério Ceni deve promover algumas mudanças e estreias. Recém-contratado, Nenê Bonilha e o atacante Getterson estão regularizados e ficam à disposição. Marcinho, recuperado de lesão, voltou a treinar esta semana e também vira opção para o treinador.

Com a perda do trio ofensivo, Edinho, Osvaldo e Gustavo, Ceni vem buscando alternativas para recuperar a eficiência do setor e deve apostar em Wallace e Wilson.

AZULÃO

O Azulão tem 28 pontos somados em 15 jogos. Na Série B, o campeão alagoano de 2018 venceu oito partidas, empatou quatro e foi derrotado em apenas três oportunidades. O time azulino vem de seis partidas sem derrota e diante do seu torcedor, no Trapichão, tem como objetivo terminar a rodada na primeira posição.

Para este duelo diante do Leão do Pici, o técnico Marcelo Cabo manterá a mesma equipe que venceu o Sampaio Corrêa pela última rodada da competição. O treinador azulino porém, ganhou dois reforços para a sequência da competição, que são o goleiro Felipe García e o atacante Alemão, que foram regularizados pela CBF. Os atletas já podem ser opções para o comandante alagoano.

FICHA TÉCNICA
CSA x FORTALEZA 

Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL)
Data: 20 de julho de 2018, sexta-feira
Horário: 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)
Assistentes: José Reinaldo Nascimento Júnior (DF) e Luciano Benevides de Sousa (DF).

CSA: Frigeri, Celsinho, Leandro Souza, Xandão e Rafiha; Yuri, Ferrugem, Didira e Daniel Costa; Niltinho e Walter.
Técnico: Marcelo Cabo.

FORTALEZA: Marcelo Boeck; Pablo, Ligger, Diego Jussani, e Bruno Melo; Derley, Felipe, Dodô, Marlon e Wallace; Wilson
Técnico: Rogério Ceni.

Fortaleza tenta a reabilitação diante do Atlético-GO na Arena Castelão

                                                                         Foto: Pedro Chaves (FCF).

Após derrota na rodada passada para a Ponte Preta, no último domingo, por 2 a 0, o Fortaleza busca retomar o caminho das vitórias para manter a excelente campanha do time nesta edição do Campeonato Brasileiro da Série B. O Leão recebe o Atlético-GO neste sábado, às 16h00, no estádio do Castelão, em busca da décima vitória do time nesta edição do torneio. Além disso, um triunfo pode aumentar a distância de três pontos do vice-líder Vila Nova, também do estado de Goiás.

Com 29 pontos, o Fortaleza não pode ser ultrapassado pelos seus concorrentes ao título, mas aos poucos vai perdendo a margem de erro que tinha aberto. Ainda assim, o técnico Rogério Ceni não quer prolongar a crise no clube e pretende brigar pelo resultado dentro de casa. Do outro lado, o Atlético-GO vem de três vitórias consecutivas e já aparece com 22 pontos.

O TIME
Para a partida de hoje, Rogério Ceni não contará com o zagueiro Ligger, pois levou o terceiro cartão amarelo no confronto diante da Ponte Preta.O jogador será mais um desfalque para o técnico Rogério Ceni, que não pode contar com o lateral-direito Tinga e o atacante Marcinho, que se recuperam de lesões, e do atacante Gustavo Gustavo, que também não tem condições físicas. Quem deverá substituir o defensor é Adalberto.

Já no ataque ele poderá contar com o atacante Douglas Coutinho já regularizado. Emprestado pelo Atlético-PR, o jogador já deve estrear neste sábado. Ele vinha jogando pelo Ceará – sua última partida foi no dia 26 de junho – e por isso o ritmo de jogo não deve ser problema. O atacante participou normalmente dos treinamentos de quinta e sexta com o elenco tricolor, já se colocando à disposição de Rogério Ceni.

A sua chegada vem em um momento delicado do sistema ofensivo tricolor, que sofreu algumas baixas nas últimas semanas. Edinho foi negociado com o Atlético-MG, enquanto Gustavo e Marcinho vão ficar um tempo afastado dos gramados por conta de contusão. Também contratado nessa semana, Getterson só pode ser inscrito a partir do dia 16 por se tratar de uma transferência internacional.

DRAGÃO GOIANO
Pelo lado do Atlético-GO, a partida será fundamental para que o time mantenha a boa fase neste meio de temporada. O clube vem de três vitórias consecutivas (diante do Boa Esporte, Brasil de Pelotas e Sampaio Corrêa) e está na oitava colocação, com 22 pontos, e há três pontos do quarto colocado CSA.

Em relação ao time que venceu o Boa Esporte, o técnico Cláudio Tencatti vai realizar três mudanças. Titular na conquista do título da Série B de 2016, o lateral-direito Jonathan vai fazer sua estreia no Brasileiro, pois Alisson recebeu o terceiro cartão amarelo. Outro jogador que cumpre suspensão neste sábado é o volante Fernandes, que dá lugar para Rômulo. Lá na frente, o artilheiro Júnior Brandão está de volta. O jovem João Pedro vá para o banco de reservas. Ainda no ataque, Cláudio Tencatti ainda não escolheu entre André Luis e Júlio César.

FICHA TÉCNICA

FORTALEZA x ATLÉTICO-GO

Local: Estádio do Castelão, em Fortaleza (CE)

Data: 14 de julho de 2018, sábado

Horário: 16 horas (Brasília)

Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP)

Assistentes: Bruno Salgado Rizzo e Fabio Rogerio Baesteiro (SP)

FORTALEZA:
Marcelo Boeck;
Pablo, Roger Carvalho, Diego Jussani e Bruno Melo;
Derley, Felipe (Jean Patrick), Marlon e Dodô;
Douglas Coutinho e Wilson.
Técnico: Rogério Ceni.

ATLÉTICO-GO:
Jefferson;
Jonathan, Lucas Rocha, Oliveira e Bruno Santos;
Pedro Bambu, Rômulo e João Paulo;
André Luís (Júlio César), Júnior Brandão e Renato Kayser.
Técnico: Cláudio Tencati.

Para ampliar vantagem no G4, Fortaleza vai até Campinas enfrentar a Ponte Preta

Leão vai em busca de sua segunda vitória seguida fora de casa. Foto: Pedro Chaves (FCF).

Depois de vencer o Paysandu fora de casa na rodada passada, o Fortaleza busca sua segunda vitória consecutiva na Série B do Campeonato Brasileiro, onde recebe a Ponte Preta, neste domingo, às 18h, no Moisés Lucarelli, pela 14ª rodada. Será o 18º confronto de um embate que começou há mais de quatro décadas. Porém, as duas equipes não se enfrentam há nove anos.

A última vez que a Macaca enfrentou o Fortaleza foi no dia 10 de novembro de 2009, no Castelão. A equipe campineira perdeu por 2 a 1, mas o gol de honra foi marcado pelo atacante Finazzi, na época com 36 anos e na sua segunda passagem pelo Majestoso.

O primeiro confronto entre Ponte Preta e Fortaleza foi no dia 06 de outubro de 1971, em jogo válido pelo Torneio Integração Nacional, promovido pela Federação Goiânia. A Macaca, que jogava como convidada, venceu o Leão por 1 a 0. Desde então foram 17 jogos com oito vitórias pontepretanas, três empates e seis vitórias do Fortaleza.

LEÃO
O Tricolor vem para o jogo em busca de sua segunda vitória seguida fora de casa, o Leão sabe, portanto, que pressão não vai faltar no jogo de hoje. Acontece que a confiança do time foi restabelecida depois da vitória contra o Paysandu em pleno Mangueirão e cheio de desfalques. Rogério deve até manter a mesma formação, com uma linha de três zagueiros na defesa. Diego Jussani volta de suspensão e deve assumir a vaga de Adalberto.

Quem também retorna ao time titular é Jean Patrick. A dúvida é quem Ceni vai sacar do meio campo, se Derley ou Felipe. Nenhum dos reforços anunciados no meio de semana tem condições de jogo – Bonilha só será regularizado a partir do dia 16 de julho e Getterson nem chegou ao Pici ainda.

MACACA
Depois de cumprir seis jogos com portões fechados por causa dos incidentes contra o Vitória, no rebaixamento da elite do Campeonato Brasileiro em 2017, a Ponte Preta fará sua primeira partida com torcida pela Série B neste domingo, às 18 horas (de Brasília), quando enfrenta o líder Fortaleza.

A volta dos torcedores serve como um alívio para a Macaca, uma vez que o desempenho em casa nas partidas sem público é preocupante. Em cinco jogos foram três derrotas (Atlético-GO, Paysandu e Londrina), dois empates (CSA e Oeste) e uma vitória (Goiás). Desses confrontos, apenas o diante do Atlético-GO foi realizado longe de Campinas. Como o gramado passava por reformas, as equipes jogaram no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

Para a partida, o técnico João Brigatti terá os retornos de André Castro e Murilo, liberados pelo departamento médico. O primeiro disputa vaga com Nathan no meio-campo. No ataque, Neto Costa pode herdar a vaga de Júnior Santos. No entanto, Paulinho, suspenso, Felippe Cardoso e Roberto, machucados, estão fora.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA x FORTALEZA 

Local: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 08 de junho de 2018, domingo
Horário: 18 horas (Brasília)
Árbitro:Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Assistentes: Pedro Martinelli Christino (GO) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)

PONTE PRETA: Ivan; Igor, Léo Santos, Renan Fonseca e Ruan; Nathan (Murilo), João Vitor e Tiago Real; Danilo Barcelos, André Luis e Júnior Santos (Neto Costa)
Técnico: João Brigatti.

FORTALEZA: Marcelo Boeck; Pablo, Ligger, Diego Jussani e Roger Carvalho; Bruno Melo, Jean Patrick, Derley, Marlon e Dodô; Wilson.
Técnico: Rogério Ceni.

Com gol de Bruno Melo, Fortaleza vence Paysandu e dispara na liderança da Série B

(Foto: Fernando Torres / Divulgação Paysandu)

Na noite deste sábado (30), o Fortaleza foi até Belém enfrentar o time do Paysandu e venceu pelo placar de 1 a 0, gol do lateral Bruno Melo. Com a vitória, o time conquistou sua terceira vitória longe dos seus domínios, tornando-se o quinto melhor visitante da Série B.

Com o resultado positvo, o Fortaleza chegou aos 29 pontos ganhos, liderando a competição com folga. Avaí, CSA e Vila Nova são os concorrentes mais próximos, com 22 pontos cada. Já o Paysandu soma 17 e está no meio da tabela de classificação.

O JOGO
A etapa inicial da partida começou bastante movimentada. Os dois times jogaram de maneira franca e buscaram o gol a todo custo. O Fortaleza tentou envolver o adversário com troca de passes, mas a péssima condição do gramado do estádio Mangueirão impossibilitou que algumas jogadas fossem executadas.

Já o Paysandu tinha contra-ataques perigosos, mas assustou o Leão quando propôs jogo. Com menos de 10 minutos de confronto, Marcelo Boeck, goleiro do Leão, já tinha feito duas defesas. A primeira no chute de Claudinho, aos 5 minutos, e a segunda após cobrança de falta de Dionatha.

O Tricolor passou a incomodar mais. Manteve o controle da posse de bola e assustou o arqueiro do time da Curuzú, Renan Rocha. Aos 23 minutos, Pablo teve grande chance de anotar o primeiro tento do Leão, mas cabeceou mal e a bola foi para fora. Dez minutos depois, em contra-ataque, Moisés chutou cruzado e Claudinho quase marcou para o Papão.

Quatro minutos depois, Felipe lança Bruno Melo na esquerda. O lateral/ala-esquerdo dominou e teve tranquilidade para bater na saída de Renan, marcando o primeiro do Fortaleza na partida.

SEGUNDA ETAPA
No segundo tempo os papéis se inverteram: Paysandu propôs jogo, enquanto o Fortaleza adotou a postura reativa. O jogo continuou movimentado, mas sem grandes emoções. Aos três minutos, Mateus Silva recebeu bola na direita e chutou forte e só não marcou o gol de empate do Papão porque Adalberto bloqueou o chute.

No decorrer da partida, por conta principalmente do esquema tático que deu boa segurança defensiva ao time, o Fortaleza administrou o resultado e conseguiu sair de campo com os três pontos. Os comandados de Dado Cavalcanti tiveram que sair do Mangueirão sob vaias da torcida. Os paraenses não vencem um confronto desde o último dia 1º, quando bateu o Boa Esporte-MG por 2 a 0, em Belém.

FICHA TÉCNICA
PAYSANDU 0 X 1 FORTALEZA

Local: Estádio Mangueirão, em Belém (PA)
Data: 30 de junho de 2018, sábado
Horário: 20h30 (Brasília)
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)
Assistentes: Edson Antônio de Sousa (GO) e Hugo Savio Xavier Corrêa (GO)
Cartão amarelo: Derley (Fortaleza)
Gol: FORTALEZA: Bruno Melo, aos 38 minutos do primeiro tempo

PAYSANDU: Renan Rocha; Matheus Silva, Edimar, Timbó e Carlinhos (Mateus Muller); Luís Cáceres (Pedro Carmona), Renato Augusto e Thomaz; Claudinho, Dinothã (Renan Gorne) e Moisés
Técnico: Dado Cavalcanti.

FORTALEZA: Marcelo Boeck; Pablo, Ligger, Adalberto e Roger Carvalho; Bruno Melo, Felipe, Derley, Marlon (Igor Henrique) e Dodô (Minho); Wilson (Wesley)
Técnico: Rogério Ceni.

Em busca da reabilitação, Fortaleza enfrenta o Paysandu no estádio Mangueirão em Belém

O Fortaleza vai em busca de voltar a vencer hoje a noite, diante do Paysandu no estádio Mangueirão.

 

O Fortaleza enfrenta na noite deste sábado (30), às 20h30, no estádio Mangueirão, o Paysandu. A partida é válida pela 13ª rodada da Série B.

Líder absoluto da Série B, o Leão ligou o sinal de alerta depois de perder pela segunda vez na competição. Agora, para reencontrar o caminho da vitória, o tricolor vai a Belém enfrentar o Paysandu, que também tenta voltar a vencer na Série B.

O Leão tem 26 pontos conquistados e segue isolado na liderança da competição, com quatro pontos de vantagem para o segundo colocado, Avaí. O time passou dez rodadas invicto, até cair para o São Bento. Desde então, foram apenas dois jogos, porém voltou a perder e quer espantar a sequência negativa de duas derrotas, um empate e uma vitória nos últimos quatro confrontos.

Para o duelo deste sábado, Rogério Ceni terá alguns problemas. Marcinho passou por novos exames e foi diagnosticada uma fratura em processo espinhoso de vértebra lombar. O tratamento conservador já foi iniciado e o jogador deve ficar afastado por um mês.

Além deste atacante, o treinador tem mais uma baixa no setor. Gustavo, apelidado de Gustagol, fraturou o antebraço direito e já passou por cirurgia, mas será desfalque por dois meses. Wilson deve ser o substituto.

PAYSANDU
Do outro lado, o Paysandu também vive momento complicado. Na oitava colocação com 17 pontos somados, a equipe vem de quatro jogos sem vencer, sendo dois empates e duas derrotas. Apesar disso, o time tem apenas três derrotas ao todo no campeonato e um triunfo pode aproximá-lo do G4.

O treinador Dado Cavalcanti também terá problemas para escalar seu time. O zagueiro Diego Ivo e o volante Nando Carandina, suspensos, desfalcam a equipe. Além deles, Perema e Cassiano foram vetados pelo departamento médico.

O setor ofensivo sofre com a baixa de Cassiano, já que o atacante é o artilheiro do Paysandu na temporada com 20 gols anotados, seis deles na Série B.

Apenas torcida mandante
Atendendo a recomendação do Ministério Público do Pará que solicitou à Polícia Militar/PA que a partida entre Paysandu e Fortaleza será apenas com a torcida do clube mandante, o jogo será realizado desta forma, sem a presença do torcedor tricolor. A recomendação foi apresentada como uma forma de proteger a segurança dos torcedores.