CONSIDERAÇÕES GERAIS – crise real ou plantada?

01) O Fortaleza não vence há 4 jogos, isso incomoda demais a torcida, que cobra uma atitude enérgica da diretoria para solucionar falta de gols e falta de estabilidade na defesa. Mas, afinal, e os áudios que pelas redes sociais circularam dando conta de jogadores fazendo corpo mole? Tanto a diretoria, quanto o elenco, sob a voz de Marcelo Boeck, negam veementemente.

02) Na verdade, em sequência de maus resultados, aparecem dois personagens constantes: os profetas do apocalipse e os criadores de fakes. Os profetas do apocalipse são torcedores da agremiação que gostam de aparecer como paladinos da sabedoria em redes sociais, para receber atenção e curtidas. Às vezes até se duvida se são realmente torcedores do clube, tal a saga e voracidade como tentam, através de fontes nunca divulgadas, mostrar que estão por dentro da crise, dão nomes e até criam reuniões ou festinhas fantasmagóricas. Os criadores de fakes são torcedores de outra agremiação que pretendem ver o circo pegar fogo, postam notícias criadas e se apegam na corda que a torcida do Fortaleza pega, espalhando notícias falsas e conturbando o ambiente do clube.

03) Boa a atitude da TUF e da JGT, procuraram a comissão técnica e a diretoria do Fortaleza e exigiram raça e determinação, prometeram apoio nesta partida, mas se houver corpo mole de algum atleta ou o resultado for adverso, começarão os protestos de maneira mais veemente. Essa trégua, ou aviso prévio, chega em boa hora, grupo precisa dar em campo resposta aos críticos.

04) Ingredientes não faltam para que esse jogo, contra um time que quer entrar no G-4 (atualmente é o 5º), momento delicado vivido pelo Fortaleza, seja uma decisão com ares de grande clássico. Ninguém pode perder, sob pena de ver suas metas comprometidas, o Vila quer o acesso, o Fortaleza quer o título, é hora de descomplicar com uma grande massa empurrando o tricolor desde o primeiro minuto de partida, afinal, nenhuma torcida é mais vibrante e sensacional!

Comentários