Eternamente Manoelzinho

Imagine perder um companheiro de mais de 40 anos de convivência. Imagine que, com ele, chorou de alegria e de tristeza ao longo de toda a vida nos mais diversos momento. Imagine que o que ficará são lembranças e muita gratidão.

É assim a relação do Fortaleza com Manoelzinho, um grande guerreiro Tricolor, que não aparecia, mas participou de nossas conquistas boa últimos 42 anos e que se foi hoje. Manoelzinho e Fortaleza se confundem. É como se, com ele, fosse uma parte de nossa quase centenária história. Todas as homenagens a ele são poucas. Mas como ainda não inventaram palavra melhor, muito obrigado, Manoelzinho, grande guerreiro Tricolor. A você, toda a gratidão da imensa nação tricolor.

Comentários