Rogério Ceni trata como indefinido seu futuro no Leão, mas dirigentes garantem interesse até 2020

Anunciado de primeira mão em 2017 no eTricolor, Rogério Ceni foi sondado a ser técnico na sua primeira visita ao Pici por convite do então treinador de goleiros e ex-atleta do Fortaleza, Bosco.

Com o acesso a série A garantido pelo Fortaleza, o gerente de futebol do clube, Sérgio Papelin, confirmou o interesse em renovar com o treinador por mais 2 anos, ficando ate 2020.

Rogério Ceni aguarda que o clube mostre o projeto que tem para o ano de 2019 e alguns de seus dirigentes já vem traçando metas, além de valores para que essa renovação seja realizada com êxito. Com a proximidade do fim da série B e a chance de titulo se aproximando, alguns clubes vêm demonstrando interesse e sondando o comandante tricolor, sendo eles Atlético-MG e São Paulo.

Em entrevista ao SPORTV o técnico afirmou novamente o que já vinha falando e que depende das perspectivas do Fortaleza para 2019 a sua permanência no clube.

– É um dilema muito grande. A torcida tem me acolhido com muito carinho, o Castelão com 50 mil pessoas. Isso mexe, é especial. Mas a gente tem que sentar e ver qual é a expectativa do Fortaleza para o ano que vem. Temos que olhar a Série A. É uma competição diferente. Tudo isso tem que ser colocado na balança. Até o final do ano estou disposto a colaborar em todas as áreas para deixar o maior legado possível no Fortaleza. – afirmou em entrevista ao programa Seleção SporTV.

Para o comandante tricolor, o clima ainda é de indefinição, mas os dirigentes do Leão, ainda acreditam no futuro interesse de outras equipes em contratar Ceni, mas evitam mostrar confiança ou descrença na renovação.

Comentários